Sábado, 29 de Maio de 2010

Coração de Gelo - 4º Capítulo

     "Acordei e, quando olhei para o despertador, percebi que estava super atrasada para as aulas! Mas eu não queria nada, mas mesmo nada ter acordado daquele sonho maravilhoso. Era eu e Pedro. Só nós os dois. Numa ilha deserta. Que sonho mais perfeito!

     A única coisa que fez com que me levantasse da cama foi o facto de pensar que iria ver Pedro outra vez, na escola.

     Como estava atrasadíssima vesti as primeiras calças de ganga que me apareceram e uma camisola com decote em V, e peguei no meu casanho castanho. Peguei numa maçã e sai de casa a correr.

     A escola ficava relativamente perto de minha casa, pelo que consegui chegar a horas. A primeira aula era de Espanhol, e Pedro estava na minha turma. Estava eu a pensar nele, quando oiço:

     - Olá Margarida! Bom Dia!

     Era ele. Agora cumprimentava-me? Por momentos, pensei que ainda estava a sonhar, mas logo respondi:

     - Olá, bom dia! Ainda bem que vamos ter agora aula juntos! - Oh não! Eu acabara de dizer isto? Ele ia achar-me ridícula. Ainda mais.

     - Tens razão! É muito fixe estarmos na mesma turma! - Ele só devia estar a ser simpático.

     - A nossa conversa foi interrompida pelo toque de entrada. Entrei, ainda mergulhada nos meus pensamentos, e sentei-me numa mesa vazia, a mais próxima da janela. De repente, alguém se senta ao meu lado. Uau, não era lá muito normal ter companhia.

     - Olá. Posso sentar-me aqui? - Era João, um rapaz muito amigo de Pedro.

     - Ah, hum, sim claro que podes!

     - Ouve, eu sei que não nos conhecemos muito bem, mas eu estou preocupado contigo. - As palavras soaram-me confusas.

     - Preocupado? Com quê?

     - Eu não te posso contar.

     - Então se não podes contar, queres-me dizer o quê? - Disse eu, com firmeza.

     - Só te quero avisar para que tenhas cuidado.

     - Mas cuidado com o quê?

     - Não é com o quê. É com quem. E respondendo à tua pergunta, com o Pedro. Reparei que agora andam a conversar muito. Tem cuidado com ele. Podes desiludir-te.

     - Ahahaha, só podes estar a brincar! Primeiro, nós não "falamos muito". - Fiz mesmo as aspas - Apenas conversámos ontem. E quem és tu para me dizer que não posso falar com quem eu quiser?! Mas obrigada pelo aviso. - Disse eu, e estava a começar a irritar-me.

     - Pronto, pronto! Desculpa lá. Eu só te queria avisar, mas tudo bem. A vida é tua e fazes dela o que quiseres.

      Ia responder-lhe, mas ele levantou-se e mudou de sítio. Era só o que mais me faltava! Eles deviam ter-se chateado e agora isto fora uma espécie de 'vingança'. Só podia ser isso.

     Hoje sei que devia ter dado ouvidos a João. Mas naquela altura, não fazía ideia do que iria surgir.

     No fim da aula, Pedro vem ter comigo e diz:

     - Podemos encontrarmo-nos no final das aulas no jardim da escola?

     - Claro, até logo. - Disse eu, com o coração a bater ainda mais depressa.

     - Então até logo. - E, sem mais nem menos, deu-me um beijo suave na face direita e saiu da sala.

     Eu não podia acreditar! Há três dias nem falávamos, e agora acabara de me beijar?! Apenas consegui sussurar baixinho:

     - Wow!

 

Espero que tenham gostado! Até ao próximo capítulo! =D

publicado por Pink Butterfly às 16:52
link do post | smile :] | ver smiles :] (11) | favorito
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Coração de Gelo - 3º Capítulo

Obrigada pelos comentários! Ontem era para postar o 3º capítulo, mas tinha de estudar e não tive tempo... Mas como têm comentado vou já postar o 3º capítulo! =D Espero que gostem! :b

 

     "Vistas bem as coisas, nem era assim nada de tão especial. Claro que, fosse o que fosse relacionado com Pedro era especial, mas não detectei grandes problemas. Mas ele tinha razão, era realmente embaraçoso.

     - Então, quer dizer que aceitas? - disse ele.

     - Claro que sim. Porque não?! - disse eu, tentanto parecer entusiasmada, coisa que até estava.

     - Obrigado, és uma rapariga espectacular! - as palavras fizeram a minha cabeça andar às voltas... Rapariga espectacular? Eu?!

     - Obrigada - sussurei - É por uma boa causa.

     Ele sorriu, e depois disse:

     - Agora desculpa, estou atrasado para a aula de guitarra, depois falamos. - disse, mostrando de novo o seu sorriso mais uqe perfeito. - Até logo!

     - Até logo. - disse eu, completamente babada.

     E fiquei ali uns bons minutos sentada no banco a relfectir, a pensar, feliz. Eu estava realmente feliz. E parecia que nada poderia destruir a minha felicidade.

     Recordei, contente, as palavras que Pedro me havia sussurado. "Um dos míudos da associação vai fazer anos, mas o palhaço que tinhamos contratado não pode ir, e os miúdos ficaram muito tristes. Pediram-me que fizesse de palhaço e precisava de mais uma pessoa para me ajudar..." Ri-me sozinha. Por mais embaraçoso que fosse, eu estaria lá, com ele, com os miúdos. Que romântico!

     Agora arrependo-me de toda a felicidade que sentira. Que estúpida. Como conseguira eu ser tão cega?

     Naquele momento, olhei para as horas. Já passava das seis e meia, e já devia ter ido para casa há séculos. A minha mãe ia passar-se comigo!

     Cheguei a casa e deparei-me com a chata da minha irmã, Lúcia, mas nem ela me podia estragar o humor. Nada o podia estragar. Nada.

     Depois de jantar, enfiei-me no quarto e comecei a escrever no meu diário. Parte do que 'escrevi' foram desenhor de corações com os 'nossos' nomes. Eu estava completamente apaixonada por ele. Nunca me tinha falado em 4 meses, e agora passara com ele uma tarde? Era surreal! E se acabássemos juntos? Iriamos casar? Ter filhos? Ter uma história romântica para contar aos nossos netos?!

     Eu sonhava mesmo demasiado alto. Mas aquele fora um dos momentos mais importantes e especiais na minha vida. Eu estava obssecada com ele. Dava tudo por ele. Tudo.

     Já passava da meia-noite quando comecei a ficar com sono. Acabei por adormecer, e sonhei com a minha futura família..."

publicado por Pink Butterfly às 21:51
link do post | smile :] | ver smiles :] (3) | favorito
Terça-feira, 25 de Maio de 2010

Coração de Gelo - 2º Capítulo

     "E eu fiquei ali. Imóvel. Por segundos acho que me esqueci de como se respirava. Precisei de mais alguns segundos para me recompôr do choque. Pedro estava mesmo à minha frente? Ou estaria eu a sonhar? Pensei em beliscar-me, mas achei isso completamente estúpido. Acabara ele de me pedir para falar com ele? Sem saber o que dizer, disse as primeiras palavras que me vieram à cabeça:

     - Claro. E onde preferes conversar? - Tentei que as palavras soassem confiantes, mas não tenho a certeza se sortiu efeito. Ele aproximou-se mais, e o meu nervosismo aumentou. O coração batia a 1000 k/h, ou talvez mais!

     - Vamos para um sítio onde possamos conversar a sós. - A sua voz exageradamente perfeita fez-me corar. Rezei para que não reparasse.

     - OK. - Foi tudo o que consegui dizer.

     Ele começou a andar e eu segui-o pelo corredor. Só mais tarde reparei que todos os alunos estavam calados. Um silêncio demasiado perturbador. Todos olhavam para nós. Eu já estava bastante nervosa, mas com todos aqueles olhares sobre mim, fiquei ainda pior.

     Finalmente, chegámos ao pátio e ele levou-me até ao jardim. Estávamos em Janeiro, mas não estava muito frio, e o ambiente estava mesmo agradável. Desejei que ele se declarasse ali, diante da beleza do jardim, diante dos pássaros, diante das árvores e flores. Desejei ser uma princesa e ele o meu príncipe encantado. Mas depois caí na realidade.

     Sentámo-nos num banco perto dos arbustos. Era capaz de jurar que estivemos mais de 2 minutos em silêncio, até que a sua voz quebrou por completo o silêncio que se havia instalado.

     - O que tenho para falar contigo é bastante embaraçoso. - As palavras soavam nervosas e receosas. Mas soavam de uma foorma tão meiga.

     - Estou a ouvir. - Consegui por fim dizer.

     - É uma coisa um pouco embaraçosa e por isso tenho vergonha... - Dizia ele.

     - Podes confiar em mim. Não tenhas vergonha. - Nem acreditava! Achara mesmo que acabar de ser convicente! Até eu, quase que acerditara em tal confiança que fizera sentir com aquelas palavras.

     - Obrigado. Eu sei que posso, então é assim... - Fez uma pausa algo agradável, como se tentasse encontrar as palavras certas.

     - Eu faço voluntariado numa instituição de crianças que foram abandonadas pelos pais. E eu sou como o 'animador' deles. Sou eu que colaboro em festas, brinco com eles... Eu sei que é embaraçoso. - Fez uma cara triste e preocupada, como se a minha reacção lhe importasse. Será que importava?

     - Não é nada embaraçoso. Eu acho bastante querido. - Querido? Era simpelsmente fantástico! Só o tornava ainda mais perfeito!

     Ele sorriu e disse:

     - Agora vem a parte realmente embarasosa. Pediram-me para fazer uma coisa, mas eu preciso de outra pessoa para me ajudar. Pediram-me para encontrar uma pessoa simpática, com carisma, uma pessoa gentil. E eu lembrei-me de ti. - As palavras entraram de imediato na minha cabeça. Eu acabara de ouvir que ele me achava uma pessoa simpática, com carisma e gentil? Não, eu só podia estar a sonhar. E, desta vez, belisquei-me mesmo. Mas quando senti a dor, o coração bateu mais depressa. Ainda mais.

     - E em que queres que te ajude? - Perguntei, com um sorrisinho estúpido no rosto.

     Aproximou-se do meu ouvido e sussurou-me a resposta à minha pergunta.

     Sem saber o que dizer, soltei um suspiro de espanto. Não estava nada, mas mesmo nada à espera disto."

 

Hehe, obrigada pelos comentários, só passou 1 dia desde o outro capítulo! Mas para vos agradecer pelos comentários postei logo hoje o 2º capítulo! Se continuarem a comentar assim, não tarda acabam-se os capítulos! =D Continuem a comentar!

 

publicado por Pink Butterfly às 21:33
link do post | smile :] | ver smiles :] (8) | favorito
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Coração de Gelo - 1º capítulo

     "Hoje, sempre que me olho ao espelho, vejo uma pessoa feliz. Mas antes, eu vi-a uma rapariga ingénua, fraca e destroçada. 

Eu dava demasiada importância às palavras, e não às acções. Eu dava mais importância às mentiras do que à verdade. Eu preferia viver naquela perfeita ilusão, e não na realidade.

     Ele era o Pedro. Era alto, cabelo loiro, olhos castanhos, bonito, portanto basicamente era perfeito. Pelo menos eu via-o assim.

     Eu era bastante tímida, e já gostava dele desde a primária. Ele era o rapaz mais popular da turma, para não dizer da escola! Eu sempre sonhara com um príncipe encantado que me viria buscar num cavalo branco, e levarme-ia a um baile, onde pudessemos dançar a sós. Eu era uma sonhadora. Gostava de misturar histórias de princesas com os típicos filmes americanos, em que a rapariga mais tímida acabava com o rapaz mais popular. O final dessas histórias agradava-me imenso! Eu vivia sempre nas nuvens, gostava de acreditar que o mundo era perfeito!

     Na escola, não tinha muitos amigos, pelo que passava os dias com a minha melhor amiga.

     Quando era mais nova, lembro-me de ela me ajudar a escrever cartas de amor assinando sempre 'M.A' - Margarida Apaixonada. Estúpido, não!? Pois, tal como eu. Ah pois, saltei a parte das apresentações. Sou a Margarida, já fora a rapariga mais estúpida que conhecera. Estúpida pelas atitudes, estúpida por acreditar, estúpida por sonhar demasiado alto.

     Tal como já disse, eu era bastante tímida. Por isso, suspirava sempre atrás dos cacifos e das portas, sempre que via Pedro.A cada semana encontrava-o exactamente no mesmo sítio, a fazer exactamente a mesma coisa, com uma rapariga diferente. Como podia eu achá-lo perfeito? Nem eu própria consigo agora explicar. Afinal, são coisas que não se podem controlar, e que penetram o nosso coração e nos fecham diante da realidade.

     Eu parecia não me importar com tudo isso. Só o facto de o ver fazia-me sonhar ainda mais, até que um dia, estava eu absorta nos meus pensamentos, quando oiço alguém.

     - Margarida?

     Alguém? Não era apenas alguém. Era Pedro. Acho que fora a primeira vez que me falara neste ano, o que para mim já era bom, tendo em conta que só passaram 4 meses desde que o ano lectivo começara.

     Respondi, em tom de susurro:

     - Sim? - Era como se quisesse falar mas a voz não chegasse e as palavras faltassem.

     Estava tão nervosa com o tom da minha voz, mas ainda assim reparei no tom de nervosismo na sua voz. Estaria ele nervoso por falar comigo? Oh sim, claro! Mas não me deu tempo para pensar no porquê do seu nervosismo e disse:

     - Preciso de falar contigo. É urgente."

 

 

     Gostaram? Comentem! =D

publicado por Pink Butterfly às 21:33
link do post | smile :] | ver smiles :] (6) | favorito
Domingo, 23 de Maio de 2010

Sinópse

"Eu não passava de uma miuda. Uma muida com medo de viver apaixonada. Uma miuda que sonhava demasiado alto. Até que um dia os sonhos foram destruidos, e o meu mundo passou a ser preto e branco. Vivia mergulhada em ilusões, que acabaram em desilusões. Conseguiria voltar a ser feliz? Conseguiria juntar todos os pedaços do meu coração quebrado? Ou teria ficado com o teu reflexo de coração de gelo para sempre?"

 

O que acharam? Sejam sinceros nas opiniões, por favor! (:

publicado por Pink Butterfly às 23:21
link do post | smile :] | ver smiles :] (10) | favorito

Heart of Chocolate

Olá! (:

 

Bem, para começar, eu sou a Catarina, tenho 12 anos e decidi criar um blog de fic's.

 

Pois, o blog vai chamar-se, como já devem ter percebido, Heart of Chocolate! 8D

 

A 1ª fic já tem título! Chama-se Coração de Gelo.

 

Logo que possa, postarei o 1º capítulo, por isso já sabem: Fiquem atentos! (:

publicado por Pink Butterfly às 23:05
link do post | smile :] | favorito

About ♥

Olá! Bem vindo(a) ao 'Heart of Chocolate', o meu blog de fic's! Sempre gostei muito de escrever, e por isso tive a ideia de criar um blog de fic's. Espero que gostem, e que comentem muito! =D

Status ♥

Nome: Catarina *.*
Web-miss: Pink Butterfly
Tipo de blog: Fic's
Desde: 23.05.2010

Capítulos [Coração de Gelo] ♥


Sinópse

1º Capítulo
2º Capítulo
3º Capítulo
4º Capítulo
5º Capítulo
6º Capítulo
7º Capítulo
8º Capítulo
9º Capítulo
10º Capítulo
11º Capítulo
12º Capítulo
13º Capítulo
14º Capítulo
15º Capítulo
16º Capítulo

Leitores ♥

Se és leitor(a) da(s) minha(s) fic's e queres que o teu nome apareça nesta lista, deixa comentário :b

- Joana S.
- Mariana xD
- Inês
- Daduca

Perfil ♥

Pesquisar ♥

 

Arquivos ♥

Abril 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010